• APRENDENDO COM A ÁFRICA: A extração destrutiva e a crise climática

 APRENDENDO COM A ÁFRICA:
A extração destrutiva e a crise climática
 
Autor: Nnimmo Bassey
Tradução: Boaventura Monjane, Michelle M. V. Hapetian e
Carlos Walter Porto-Gonçalves 


SINOPSE:

O leitor tem em mãos um rico, profundo e desafiante trabalho teórico e político que analisa o mundo contemporâneo a partir da África. Ou melhor, Nnimmo Bassey busca construir uma perspectiva africana de interpretação e de transformação do mundo. O que o torna original, sobretudo para um continente onde predominam as interpretações sobre a região, com chaves analíticas que lhes são estranhas. Não que não se possa fazer uma leitura profunda do que se passa seja lá onde for por gente de todo lugar. Todavia, há um pensamento que vem com sentimento. Eis o que nos oferece Nnimmo Bassey. O livro nos faz ver a falta que nos faz conhecer o lado africano de nossa humanidade. Falta-nos uma visão africana do mundo, pelo menos para os que vivem fora da África. Não falta mais. O livro nos oferece uma leitura africana de um problema que é comum à humanidade, qual seja, a desordem ecológica global que põe em risco o destino da humanidade, não do planeta que, seguramente, continuará existindo. E, mais, alerta-nos que embora o problema seja comum e global, ele se apresenta de modo geograficamente desigual. Bassey aponta para a especificidade africana sobre a mudança climática afirmando que “enquanto nas outras regiões os principais desafios são a redução das emissões de carbono, na maior parte do território africano, os maiores dilemas são a adaptação da produção e a sobrevivência humana numa ecologia em deterioração”

Do prefácio de Carlos Walter Porto-Gonçalves e Denilson Araujo de Oliveira

 

SOBRE O AUTOR:

NNIMMO BASSEY é arquiteto nigeriano, graduado na Universidade da Nigéria e recupera uma tradição de intelectuais que são também ativistas políticos. Tem atuado há décadas em lutas em prol da Justiça Ambiental tanto na Nigéria, em vários países africanos e em outras redes internacionais que, a partir dos grupos sociais subalternizados sobretudo da América Latina, África e Ásia, se mobilizam ainda contra a extração destrutiva de solos e subsolos por parte das grandes corporações transnacionais que tem envenenado pessoas e ambientes inteiros. Faz parte de uma rede de resistência global na busca por justiça ambiental, especialmente no sul global. Sua publicação em português se dá num contexto de efervescência da luta e do pensamento crítico brasileiro e latino-americano contra a lógica destrutiva dos megaempreendimentos e projetos que também tem precarizado territorialmente a vida de milhões de pessoas e comunidades

 

FICHA TÉCNICA:

EDITORA: CONSEQUÊNCIA

ASSUNTO: Geografia, Ciências Sociais

IDIOMA: Português

FORMATO: Brochura

TAMANHO: 16,0 x 23,0cm

EDIÇÃO: 1ª edição – 2015

PÁGs. 224

LOMBADA: 1,5cm

ISBN: 9788564433304



APRENDENDO COM A ÁFRICA: A extração destrutiva e a crise climática

  • R$ 40,00


Etiquetas: APRENDENDO COM A ÁFRICA, A extração destrutiva e a crise climática, NNIMMO BASSEY.